Botequim Poético


Poema Fotografado

 


Meu poema é uma
fotografia antiga –
do irmão que não tive
do velho amor que não vingou
em preto
e branco.

Meu poema é um
frêmito de frágil metal
com uma flor absurda de
água
e sangue
tatuada em seu olho.

Poema: Théo G. Alves

Foto: Bina Fonyat

Ps.: É com toda carinho, adimiração e honra que coloco nesse post um poema do meu querido amigo Théo G. Alves, O Centenário, nome que se refere ao seu extinto blog. Ele andou sumido do mundo virtual, mas brevemente retornará com um novo blog e seus escritos que descrevem dos “Céus de Berlim” à “Currais Novos”...

Obrigado Théo o eterno Centenário!



 Escrito por Victor Rodrigues às 05:23 AM
[   ]




Donzelas de Aterros

 

Era um jeito sano de acreditar no arrependimento

Eram todas mulheres donzelas, sem amarguras

O Sol reinava em cores difusas, o cinza ofuscava

o branco e o preto apagado

Como Teresa, ela teimava em não acreditar na imortalização das fotografias

Fingia não olha para a direção correta

Trazia consigo restos de lembranças, resgate de horas

Ria do tempo divagado na frescura de Flamengos e seus aterros

 

É um jeito sano de acreditar no que pensavas

Era uma mulher igual a todas, mas minha tia

Vou rezar nas poesias teu nome e teu legado

Saber que sem você não viveria, mas viver na ansia de te encontrar

 

Adeus!!!

 

Victor Rodrigues



 Escrito por Victor Rodrigues às 11:35 AM
[   ]




Janela rara

Sou raro, vezes me converto em respostas ao acaso

Outras não deixam de ser a esquerda das minhas costas

Assumo meus amantes diários em termos

Não sou aquilo que tenho

Esqueci o abajour ligado esperando teu retorno

Amanhã penso em chorar descalço

Rever teus pertences esquecidos na partida repentina

Tais fotos não me contam detalhes

se perdem na controvérsia de cores apagadas

Cresci com a ansia de ser homen

navalhar a carne do desconhecido

sabendo caltelar teus desvaneios

De resto só restou o que aprendi de tuas cartas:

A insistência de saber o que já sabia

 

Victor Rodrigues

 



 Escrito por Victor Rodrigues às 09:57 AM
[   ]





 
Meu perfil
Alemanha, Berlim, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, German, Livros, Música, Escrever
MSN - victor761
Histórico
  01/12/2008 a 31/12/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/12/2004 a 31/12/2004
  01/11/2004 a 30/11/2004
  01/10/2004 a 31/10/2004
  01/09/2004 a 30/09/2004
  01/08/2004 a 31/08/2004
  01/07/2004 a 31/07/2004
  01/06/2004 a 30/06/2004
  01/05/2004 a 31/05/2004
  01/04/2004 a 30/04/2004
  01/03/2004 a 31/03/2004
  01/02/2004 a 29/02/2004
  01/01/2004 a 31/01/2004


Outros sites
  A Cobaia - Marcos Menezes
  Alma Etalors
  Antes Feio
  Blog da Ivy ...
  Brazine Berlim
  Contraindicado p/ diabéticos
  Dias de Chuva
  Digressiva Maria
  Divagadora
  Fábrica
  Eloqüencia
  Fabrício Carpinejar
  Graças
  Hamburguer de Goiabada
  Inconstante Falando
  Jornal do Blogueiro
  Madamemin
  Marci Ruiva
  Marcos Caiado
  Memento Hominem
  Milton Ribeiro
  Nexos
  No lado escuro da lua
  Ópio
  Ossos do Ouvido - Audioblog
  Papirus
  Pensamentos de Laura
  RevelAções
  Qualque Chose
  Umbigo do Sonho
  Usina de Desutilezas
  Van Blogg - Fao
  Ventos Alisios
  Textos e fotos assinados por Victor Rodrigues são registrados em cartório
  Distanasia
  Museu de Tudo - Théo
  Blog da Cy
  Café na Paulista
  Capsula Protetora
  Impressões do Cotidiano
  Jeunes Banqueroutiers
  Literatura Clandestina
  Fala Poetica
  Bloco do Eu Sozinho
  Tabua de Mares
  Lia Fotografa